www.gutembergmoura.com.br

14/04/2009 - 18:58

Fruticultura terá R$ 100 milhões do BNDES para enfrentar crise

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) disponibilizou R$ 100 milhões para socorrer os fruticultores do Rio Grande do Norte, que enfrentam dificuldades para comercializar seus produtos, principalmente o melão, por causa dos efeitos da crise financeira internacional.

A disponibilidade dos recursos foi assegurada numa audiência da governadora Wilma de Faria com o vice-presidente da instituição, Armando Carvalho, realizada nesta terça-feira, 14, no Rio de Janeiro. Os recursos serão provenientes do Programa de Apoio à Revitalização de Empresas - Revitalize.

Trata-se de um crédito com juros mais baixos que os de mercado, que podem atende as necessidades dos fruticultores do Estado.O BNDES assegurou agilidade da liberação do crédito, já que a crise no setor da fruticultura potiguar se agrava há cada dia, inclusive com a demissão de trabalhadores.

O secretário do Desenvolvimento Econômico, Segundo Paula, acompanhou a governadora na audiência com a diretoria do BNDES. "Precisamos buscar maneiras de atrair empresas para o Estado e garantir a sustentabilidade das que aqui já estão instaladas", salientou Segundo Paula.

A linha de crédito de emergência para os fruticultores terá taxas de juros diferenciadas. De 9% ao ano, para investimento e de 11% para custeio, parcelada em 36 meses e um ano de carência.

Divulgação ASSECOM: Demis Roussos

Imprimir esta matéria