www.gutembergmoura.com.br

23/01/2021 - 10:13

Decisão do TRE que retira mandato de Beto Rosado agrava inferno rosalbista

Grupo de Rosalba almejava voos mais altos em 2022, a partir de sua reeleição à Prefeitur a e eventual candidatura ao Senado, mas agora vive futuro incerto e esvaziamento com revés Beto na justiça eleitoral

O inferno astral do grupo político rosalbista parece não ter fim. Se não bastasse a derrota da ex-prefeita Rosalba Ciarlini para o prefeito Alysson Bezerra nas eleições de 2020, agora o Tribunal Regional Eleitoral dá outra “lapada” no clã político, ao invalidar os votos do do então candidato Kéricles Alves, tirando o mandato do deputado federal Beto Rosado.

Por 3 a 2, os desembargadores do TRE invalidaram os votos de “Kerinho”, alegando irregularidade na sua documentação eleitoral. Entre elas, o fato dele não ter se desincompatibilizado a tempo para ser candidato nas eleições de 2018, o que tornaria inelegível. Agora, o TRE recontará os votos e, nesse novo cenário eleitoral, deve declarar eleito deputado federal Fernando Mineiro/PT.

A decisão da justiça eleitoral potiguar cabe recurso no Tribunal Superior Eleitoral, e Beto Rosado já disse, em nota, aguardar apenas ser notificado pelo TRE para tomar as “medidas cabíveis”. A sua eventual perda de mandato seria catastrófico para o grupo rosalbista, que ficaria sem mandato eletivo, levando-o ao pior cenário de decadência político-eleitoral.

TIRO DE MISERIRCÓRDIA – Se Beto perder o mandato, a sobrevivência política do rosalbismo estará restrita à ex-prefeita Rosalba Ciarlini. O seu nome passa a ser a única (e talvez última) opção do referido clã para renascer das cinzas e, nas eleições de 2022, reconquistar algum mandato. No caso em tela, Rosalba seria o nome do grupo para concorrer a deputado estadual e/ou a Câmara Federal.

Até 15 de novembro de 2020, data das eleições municipais, o rosalbismo tinha outros planos. O projeto passava pela reeleição de Rosalba à Prefeitura de Mossoró e sua posterior candidatura ao Senado.

A derrota para o prefeito Alysson desmoronou tal projeto de ampliação política. 

"ALÉM DE QUEDA, COICE" -". Sem Rosalba na Prefeitura, e Beto perdendo o mandato na Câmara Federal, o rosalbismo viverá o pior dos cenários desde o início de sua jornada, em 1988.

Imprimir esta matéria