www.gutembergmoura.com.br

19/12/2019 - 21:17

Rosalba cancelou contrato fraudulento de inspeção com seis dias de governo

A Prefeita Rosalba Ciarlini recebeu com indignação e se sentiu ofendida com suposta notícia de que o MPF-RN estaria buscando realizar denúncia sobre o caso da Inspar pois a ex-governadora suspendeu  o contrato fraudulento que advinha da gestão anterior logo no 6º dia do 1º mês do seu mandato, prova que estava em total desacordo e que em nenhum momento participou de qualquer tipo de conluio ou que recebeu doação de tal empresa.

Vale deixar bem claro que a Justiça, através da 2ª turma do STF já se posicionou e a inocentou, não aceitando por unanimidade tal denúncia em junho de 2018, ou seja,  foi absolvida dessa questão no ano passado na suprema corte que acatou a denúncia contra um ex-senador nesta mesma ocasião.

Isto prova a prefeita é que foi a responsável por terminar sumariamente esse suposto esquema e que não por acaso após analisar o caso, o STF por unanimidade sequer aceitou a denúncia.

Por fim, os autos deste inquérito já foi mostrado pela justiça de que a prefeita ou o marido não tratou, pediu ou recebeu nenhuma doação do  referido  esquema e na verdade, foi responsável por acabar com suposto esquema que cobraria mais de 100 reais de cada proprietário de veículo desnecessariamente.

É de se estranhar que tal notícia surja e seja vazada à imprensa 5 dias depois da governadora Fátima Bezerra lançar candidatura de sua aliada Isolda Dantas (PT) e 12 dias antes do prazo de que a ação de improbidade administrativa prescreveria.

Imprimir esta matéria