www.gutembergmoura.com.br

20/09/2018 - 15:33

Câmara de Mossoró celebra 50 anos de história da Universidade do Estado

Em sessão solene na manhã de hoje (20), a Câmara Municipal de Mossoró celebrou os 50 anos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern). A cerimônia reconheceu o trabalho de diversas pessoas em favor da instituição, e foi prestigiada por autoridades acadêmicas, políticas e da sociedade civil potiguar.

Em discurso de saudação, o vereador Professor Francisco Carlos (PP), proponente da cerimônia, lembrou o histórico de apoio da Câmara à Uern. “Esta Casa aprovou a doação do terreno onde foi construído o Campus Central e a transferência do patrimônio da universidade para o Estado, na estadualização”, registrou.

Acrescentou que esse apoio continua em diversas formas, como a Frente Parlamentar e Popular em Defesa da Uern, e fez chamamento: “Importante que as autoridades demonstrem o quanto apoiam a educação superior gratuita. Por isso, estamos lançando a campanha para que o eleitor vote em quem defende a Uern”.

Em seguida, o professor José Gildo Calado de Freitas, com 42 anos de serviço à universidade, discursou em nome dos homenageados. “Amar a Uern é amar Mossoró e o Rio Grande do Norte, e desejar seu desenvolvimento social e econômico”, frisou.

Importância - Ao encerrar a série de discursos, o reitor Pedro Fernandes rememorou o que considera ousadia de Raimundo Soares, João Batista Cascudo e outros pioneiros ao criar instituição de ensino superior pública no interior potiguar, em 1968, e afastou a tese que o Estado deva priorizar o ensino básico, em detrimento do superior.

“Não tem como separar a Uern da educação básica: 94% professores da educação básica em Mossoró são egressos da Uern; apenas 5% dos potiguares têm ensino superior e 15% da população acima de 15 anos são analfabetos. O Estado precisa melhorar esses índices e a Uern é parte nisso”, argumentou. Ao final, o Legislativo entregou honrarias às pessoas homenageadas.

Imprimir esta matéria