www.gutembergmoura.com.br

08/12/2017 - 10:34

Rosalba cobra prioridade na liberação de discursos destinados às mulheres

A prefeita Rosalba Ciarlini participou, na manhã de hoje, de reunião realizada na Estação das Artes Elizeu Ventania que tratou do Programa Fomento Mulher e da titulação de terras de famílias assentadas. Na oportunidade, a prefeita cobrou ao superintendente estadual do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Leonardo Guedes, prioridade para Mossoró na liberação de recursos que vai financiar projetos desenvolvidos por mulheres assentadas.

A reunião foi uma iniciativa do mandato da deputada estadual Larissa Rosado e contou com a participação dos secretários municipais Lahyre Rosado Neto (Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Agricultura e Turismo), Katherine Bezerra (Agricultura e dos Recursos Hídricos) e Aglair Abreu (Comunicação Social); vereadores Manoel Bezerra, Sandra Rosado e Ozaniel Mesquita; diretor técnico do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Tarcísio Bezerra Dantas; além de representantes de diversos assentamentos.

Rosalba Ciarlini disse que fez questão de participar da reunião, apesar da agenda corrida, para dizer pessoalmente que a zona rural tem que ter prioridade. “Essa é uma reunião importante para confirmar parceria em que a Prefeitura de Mossoró vai estar apoiando o processo de titularidade de terras e o desenvolvimento do Programa Fomento Mulher”, ressaltou.

A prefeita informou que já assinou um Termo de Cooperação com o Incra e Emater que vai assegurar a realização das atividades necessárias para efetivação das duas ações. “Desde fevereiro que a nossa secretária tem buscando a execução desse programa de fomento para que mulheres do campo possam desenvolver projetos individualmente ou em grupo, gerando trabalho e renda nos assentamentos”, acrescentou Rosalba.

Leonardo Guedes afirmou que equipes já estão fazendo o cadastro dos projetos e que a ação começou pela região de Mossoró, precisamente pela antiga Maisa, maior assentamento do estado. “Vamos tentar cadastrar todos os projetos até o final do ano”, comprometeu-se.
O superintendente do Incra adiantou que moradores dos assentamentos Cordão de Sombra e Cabelo de Nêgo receberão a titulação da terras no próximo ano.

Larissa Rosado destacou que a realização da reunião foi importante e necessária para o envolvimento maior das lideranças e para esclarecer quem pode ter acesso ao crédito. “Esses encontros estão sendo realizados em outras cidades e têm ajudado no sentido de facilitar e agilizar o acesso ao crédito”, concluiu.

O Fomento Mulher tem o objetivo de implantar projetos produtivos sob responsabilidade da mulher titular do lote, no valor de até R$ 3 mil reais.

Imprimir esta matéria