• Blog
  • Perfil
  • Política
  • Gerais
  • Imagens
  • Contato
Enquete


Nenhuma enquete.

Buscar
Untitled Document
06.11
08:39

Leilão do pré-sal pode arrecadar hoje R$ 106,5 bilhões, segundo estima Petrobras

Brasília (Agência Brasil) - A rodada de licitações para o excedente da Cessão Onerosa dos recursos do pré-sal acontece hoje (6) no Rio de Janeiro, às 10h, pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A expectativa do governo federal e da agência reguladora é que o leilão possa arrecadar até R$ 106,56 bilhões em bônus de assinatura, que serão repartidos entre a Petrobras, a União, estados e municípios. 

O bônus de assinatura é o valor pago pelas empresas à União para firmar os contratos. No regime de partilha, o valor do bônus do pré-sal a ser pago é fixo.

No leilão de hoje, as empresas devem oferecer à União fatias iguais ou superiores aos seguintes percentuais mínimos de óleo-lucro: 26,23% bloco de Atapu; 23,24% Búzios; 18,15% Itapu e 27,88% no de Sépia.
06.11
08:26

Liga de Mossoró busca credenciamento para atendimento a crianças com câncer

Vereadora comenta sobre resultados de audiência no Ministério da Saúde, em Brasília

A vereadora Izabel Montenegro (MDB) discursou na Câmara Municipal sobre o resultado de audiência realizada em Brasília (DF) para credenciamento de Mossoró no serviço de oncologia infantil. “Faltam poucos documentos para que Mossoró possa iniciar o atendimento dessas crianças”, ressaltou Izabel.

O assessor especial do ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta, o ex-deputado federal José Carlos Aleluia, e técnicos do Ministério da Saúde receberam uma comissão de Mossoró. Na ocasião, o grupo de Mossoró encaminhou a solicitação de credenciamento.

Para Izabel Montenegro, o credenciamento de Mossoró será uma vitória para as famílias da região do Oeste Potiguar. “Hoje, as crianças diagnosticadas com câncer, em Mossoró e Região, precisam se deslocar até Fortaleza/CE ou Natal/RN para fazer o tratamento. Imagina a dificuldade enfrentada por uma criança de Pau dos Ferros e de outras cidades da região”.

Participaram da audiência, além da vereadora Izabel Montenegro, o chanceler da LMECC, Francisco José Cure de Medeiros; presidente da Liga, Paulo Henrique Lima Monte; e a presidente da Associação de Apoio aos Portadores de Câncer de Mossoró e Região (AAPCMR), Ana Clebia Nogueira Pinto.
05.11
08:16

Governo de Fátima deixa Polícia Civil de pires da mão e categoria entra em greve

Os policiais civis do Rio Grande do Norte decidiram entrar em gre a partir desta terça-feira (5/10). A categoria deflagra a Operação Zero.

Os policiais cobram da governadora Fátima Bezerra uma nova proposta referente ao projeto de reestruturação de carreira, bem como as promoções atrasadas que não foram implantadas. Além disso, cobram previsão para pagamento de salários atrasados e melhorias nas condições de trabalho.

A diretoria do SINPOL-RN foi chamada para uma reunião com o governo, na manhã de segunda-feira (04). Não houve avanços. Daí a greve dos policiais.
05.11
08:04

Prefeitura avança com obras de escola do Proinfância, fortalecendo educação

Na manhã desta segunda-feira, 04, a prefeita Rosalba Ciarlini, acompanhada da equipe da secretaria de infraestrutura e do vereador Manoel Bezerra e de lideranças comunitárias, visitou as obras da unidade de educação infantil do bairro Papôco, localizada na rua Joaquim Afonso.

A creche é do modelo Proinfância e vai garantir vagas para cerca de 300 crianças, de até 6 anos, da região do bairro Papôco e Planalto 13 de maio. O prédio contará com estrutura de salas de aula, berçário, pátio, sala de professores e toda a infraestrutura necessária para atender as crianças em tempo integral.

A prefeita Rosalba falou dos serviços que estão sendo executados e dos benefícios da nova unidade infantil. “Essa é uma obra que estava parada e quando assumimos estava parada assim como as outras duas creches do Vingt-Rosado e do Santo Antônio. Nós fizemos um grande esforço para retomar com recursos próprios. Agora ela está com 65% construída e agora esse empréstimo vamos poder acelerar o ritmo e terminar mais rápido”, disse.

Além da creche do Papôco estão sendo construídas as unidades Proinfância dos bairros Vingt-Rosado, Santo Antônio e Sumaré.
05.11
07:58

MPRN investiga desvio de R$ 448 mil pela Câmara Municipal de Guamaré

Natal-Gramaré - O Ministério Público inicia a semana deflagrando a Operação Penitência para apurar esquema de desvio de dinheiro público através de fraudes em licitações na Câmara Municipal de Guamaré. Segundo o MPRN, um dos contratos investigados trata de locação superfaturada de veículos para a Câmara, o que teria causado um prejuízo de, ao menos, R$ 458.410,58. 

De acordo com o que já foi levantado pelo MPRN, esse contrato contém diversas irregularidades, tendo sido, inclusive, suspenso pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Mesmo com essa suspensão do contrato, os investigados usaram mecanismos para manter o vínculo com a empresa anterior, burlando a decisão do Tribunal de Contas.

A ação cumpriu cinco mandados de busca e apreensão nas cidades de Natal e Parnamirim. Ao todo, cinco promotores de Justiça, seis servidores do MPRN e 15 policiais militares participaram da operação.
01.11
10:37

Sinduscon avalia que crédito de R$ 150 mi para Prefeitura aquecerá economia

O empréstimo de R$ 150 milhões da Prefeitura de Mossoró junto à Caixa Econômica Federal refletirá de forma positiva na economia do município. Operação de crédito é vista com bons olhos pelo presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Mossoró (Sinduscon Mossoró), Sérgio Freire. 

Para Sérgio, a injeção de 150 milhões na economia do município é o estímulo que faltava para reativar a construção civil, um dos setores mais importantes da economia de Mossoró. 

_Recebo essa notícia com muito entusiasmo. A injeção de 150 milhões na economia representa uma nova esperança para a construção civil e toda a cadeia econômica do município. Um dos reflexos imediatos é a geração de emprego e renda, através do aquecimento do comércio e serviços_, explica. 
O presidente do Sinduscon lembra que outros segmentos com grande potencial econômico no município também estão em dificuldade. Neste cenário, os investimentos que a prefeitura pretende fazer funcionariam como um catalisador para acelerar as engrenagens da economia em Mossoró. 

O Presidente da FIERN, Amaro Sales de Araújo, também celebrou o incremento de 150 milhões na economia de Mossoró. Para ele é uma iniciativa que só traz benefícios. "É um fato que deve ser celebrado. Ganhará a construção civil, os trabalhadores e a cidade com mais obras de infraestrutura. Parabenizo a Prefeitura de Mossoró pela iniciativa e a cidade pelos benefícios que receberá," avalia.
31.10
16:44

Proedi de Fátima impacta calendário de pagamentos de servidores de Mossoró

Mossoró acumula prejuízos de R$ 780 mil/mês com programa decretado pelo governo do RN

Em função da queda de receita provocada pela redução do ICMS, decorrente do decreto do Governo do Estado que alterou as regras do PROEDI, além de diminuição no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), a Prefeitura de Mossoró foi obrigada a alterar o calendário de pagamento do servidor público. Hoje serão pagos todos os trabalhadores da educação e os servidores das demais secretarias com salários de até R$ 1.800. Aposentados e pensionistas já receberam ontem (30).

Na próxima semana a Prefeitura pagará o restante da folha salarial.

Além dos salários, a Prefeitura já antecipou 9 meses do décimo-terceiro para o funcionalismo, que recebe no mês de aniversário.

Desde que assumiu, a atual gestão não mediu esforços para reequilibrar as contas públicas, tendo honrado 33 meses de salários dentro do mês trabalhado, além de ter quitado débitos de três folhas deixadas em aberto pela administração anterior.

A Prefeitura reitera que esses fatores citados anteriormente, a exemplo das mudanças no PROEDI e redução atípica do FPM no mês de outubro, alteraram um planejamento anual que havia sido estabelecido para pagamento dos servidores municipais.

Com a queda nas receitas, o Município já está adotando novas medidas de contenção de despesas que garantirão a normalidade do pagamento a partir do próximo mês.
31.10
15:22

Prefeitos do RN lançam carta aberta à população contra prejuízos do Proedi

Revolta. Assim pode ser definido o sentimento dos prefeitos do Rio Grande do Norte com a criação do Proedi pela governadora Fátima Bezerra (PT). O novo programa retira verbas do ICMS dos municípios.

Por isso, os prefeitos reagem às perdas do Proedi. Nesta quinta-feira (31), cerca de 40 prefeitos emitiram nota sobre os prejuízos causados pelo programa, decretado por Fátima Bezerra (PT). 

O município como Mossoró, por exemplo, teve um prejuízo de R$ 780 mil no primeiro mês do Proedi. Já a Prefeitura de Natal calcula um prejuízo de cerca de R$ 2 milhões por mês.
  • Carta aberta à população do Rio Grande do Norte.
“Hoje, 31 de outubro, último dia útil do mês, além das dificuldades que vínhamos enfrentando para administrarmos nestes tempos de crise, nos deparamos com mais um problema para fecharmos a folha de pessoal: a redução dos recursos do ICMS provocada pelo PROEDI, Decreto nº 29.030/2019, do Governo do Estado.

Reiteramos que não somos contra incentivos fiscais para as indústrias que geram emprego, renda e desenvolvimento para nosso Estado. Não podemos aceitar é que os municípios sejam penalizados com a transferência de responsabilidade do governo.

Com o decreto alterando o antigo PROADI, a maioria dos municípios não terá condições de arcar com os salários dos servidores públicos municipais e todos, sem exceção, sentem ampliadas as dificuldades de honrar seus compromissos.

Apesar de todos os esforços, a retirada de recursos provenientes do ICMS amplia as dificuldades e problemas que já eram sentidos em áreas essenciais, a exemplo da saúde, educação e infraestrutura em função da recessão da economia nacional.

O decreto alterou todo o planejamento que havia sido realizado por cada prefeitura e, com isso, chegando ao fim do mês, são os servidores municipais os maiores penalizados pela perda de recursos.

Por esse motivo, nós, prefeitos do Rio Grande do Norte, viemos nos manifestar novamente sobre os impactos negativos às cidades das mudanças no PROEDI. Reforçamos a necessidade da importância de incentivos fiscais para atração de empresas para o Estado, principalmente para incrementar a geração de empregos, mas entendemos que os municípios não podem arcar com transferência de responsabilidades e pagar a conta com a redução das receitas. Perdem as cidades, os servidores e os cidadãos mais uma vez.”
  • Carta assinada pelos prefeitos.
Álvaro Dias – prefeito de Natal
Rosalba Ciarlini – prefeita de Mossoró
Robson de Araújo – prefeito de Caicó
Allan Silveira – prefeito de Apodi
Chilon Batista – prefeito de Timbaúba dos Batistas
Rivelino Câmara – prefeito de Patu
Babá Pereira – prefeito de São Tomé
Marcos Cabral – prefeito de Vera Cruz
Graça Oliveira – prefeita de Cerro Corá
Mara Cavalcanti – prefeita de Riachuelo
Shirley Targino – prefeita de Messias Targino
Bernadete Rego – prefeita de Riacho da Cruz
Ceição Duarte – prefeita de Lucrécia
Túlio Lemos – prefeito de Macau
Luiz Eduardo – prefeito de Maxaranguape
Olga Fernandes – prefeita de Martins
Maria Olímpia – prefeita de Paraú
Ludmila Amorim – prefeita de Rafael Godeiro
Amazan – prefeito de Jardim do Seridó
Marcão Fernandes – prefeito de Lajes
Marcelo Filho – prefeito de Bodó
Jessé Freitas – prefeito de Riacho de Santana
Babau Jácome – prefeito de Marcelino Vieira
Jodoval Pontes – prefeito de Japi
Luciano Santos – prefeito Lagoa Nova
Larissa Rocha – prefeita de Tenente Ananias
Fernando Teixeira – prefeito de Espírito Santo
Cássio Cavalcanti – prefeito de Ielmo Marinho
Jorginho Bezerra – prefeito de Tangará
Ivanildinho Ferreira – prefeito de Santa Cruz
Lídice Brito – prefeita de São João do Sabugi
Taianni Lopes – prefeita de Lagoa D´Anta
Fátima Marinho – prefeita de Canguaretama
Preta Ferreira – prefeita de Lajes Pintada
Francinaldo Cruz – prefeito de Galinhos
Antônio Belota – prefeito de Governador Dix-Sept Rosado
Noeide Sabino – prefeita de Equador
Elídio Queiroz – prefeito de Jardim de Piranhas.
31.10
15:01

Liga do Câncer de Mossoró encaminha credenciamento de pediatria oncológica

Em audiência em Brasília (DF), nesta quinta-feira (31), a Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC) encaminhou o credenciamento do serviço de Pediatria Oncológica (tratamento contra o câncer em crianças) no Sistema Único de Saúde (SUS).

O encaminhamento foi feito por uma comissão de Mossoró no Ministério da Saúde, em reunião com o assessor especial do ministro Luiz Henrique Mandetta, ex-deputado federal José Carlos Aleluia.

Participaram da audiência a presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Izabel Montenegro (MDB); o chanceler da LMECC, Francisco José Cure de Medeiros; presidente da Liga, Paulo Henrique Lima Monte; e a presidente da Associação de Apoio aos Portadores de Câncer de Mossoró e Região (AAPCMR), Ana Clebia Nogueira Pinto.
31.10
09:26

Isolda “fecha os olhos” para servidores e nega reajuste de 16,38% para salários

A deputada estadual Isolda Dantas, do Partido dos Trabalhadores (PT), fecha os olhos para os servidores públicos e vota contra os interesses do funcionalismo. O fato ocorreu na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, da qual a parlamentar petista faz parte.

A CCJ da Alern aprovou esta semana o projeto do Executivo que concede reajuste salarial de 16,38% aos procuradores do Estado. Na mesma ocasião, a Comissão retirou a emenda que estendia o reajuste salarial para todos os servidores públicos do Estado.

Dos membros da comissão, apenas os deputados Alyson Bezerra (Solidariedade) e Coronel Azevedo (PSC) votaram a favor da emenda do deputado Nélter Queiroz (MDB). Os deputados Isolda Dantas (PT), Kleber Rodrigues (Avante), Raimundo Fernandes (PSDB) e Hermano Morais (sem partido) votaram favoráveis à retirada da emenda favorável aos servidores.

O Sindicato dos Trabalhadores da Administração Direta do RN (SINSP-RN) considerado o projeto “discriminatório”  porque atende apenas aos procuradores que fazem parte da “elite” do serviço público. Os procuradores já ganham acima de R$ 30 mil.

Os demais servidores, segundo a entidade sindical, não recebem reajuste salarial há 9 anos. 

Detalhe – A postura da deputada Isolda Dantas, votando contra os interesses dos servidores, é um duro golpe contra o funcionalismo estadual e atropela o discurso da parlamentar em defesa do servidor público. A deputada costuma criticar a política salarial da Prefeitura de Mossoró, mas é capaz de votar contra o reajuste salarial e a melhoria de vida dos servidores do Estado.

31.10
08:44

Prefeitura comprova repasses do SUS ao Wilson Rosado e negocia adicionais

A Prefeitura de Mossoró esclarece que vem se esforçando para honrar todos os compromissos assumidos pelo Município aos prestadores hospitalares de média e alta complexidade.

A Secretaria de Saúde destaca que dos R$ 39.218.534,77 enviados a Mossoró pelo Ministério da Saúde, no ano de 2018, para pagamento da produção de todos os prestadores hospitalares de média e alta complexidade, o Hospital Wilson Rosado recebeu R$ 19.326.073,07, o equivalente a metade dos valores recebidos.

Nos oito primeiros meses de 2019, o hospital Wilson Rosado também recebeu em torno de 50% dos recursos enviados pelo Ministério da Saúde. O montante foi de R$ 27.265.311,22 e o Wilson Rosado recebeu R$ 12.988,7657,00.

Nesta quarta-feira o Município pagou ao hospital, R$ 1.156.295,63 referente à produção de agosto. A Prefeitura está aguardando o envio das notas fiscais dos serviços prestados no mês de setembro para iniciar o processo de pagamento.

Um dos graves problemas enfrentados pela Prefeitura de Mossoró é o atendimento de pacientes de outros municípios. Só em 2018, a PMM arcou com R$ 25 milhões, acima do pactuado com os municípios.

Outra dificuldade é que os prestadores estão ultrapassando o teto dos atendimentos estabelecidos, apesar das reiteradas notificações pelo município. O descumprimento desses valores vem dificultando o pagamento da produção.

Com relação às cirurgias eletivas, a Prefeitura esclarece que a dívida existente corresponde ao adicional/PLUS (100% sobre o valor da tabela SUS), valores esses pagos com receita própria, sendo 40% do Município e 60% do Estado. Vale salientar que somente Mossoró e Natal pagam esse adicional.

A Prefeitura já está negociando os adicionais, juntamente com o Governo do Estado, e espera que haja solução nos próximos dias.

A atual gestão já vem pagando ao Hospital Wilson Rosado rigorosamente em dia o parcelamento de uma dívida de R$ 4 milhões do governo passado.

 

UTI - A Secretaria de Saúde informa que toda equipe multiprofissional da UTI Pediátrica - entre eles, médicos e enfermeiros, é mantida pela Prefeitura de Mossoró. Além disso, o Município faz a complementação do aluguel R$ de 158 mil que é pago também com recursos SUS.

Nesta quarta, a Prefeitura de Mossoró pagou o mês de agosto e amanhã está quitando setembro.
31.10
08:34

Governo do Estado corta quase R$ 10 milhões/ano em repasse para Mossoró

O Governo Fátima Bezerra (PT) segue com a sanha de tirar recursos dos municípios maiores, mas esta verba não se reverterá para os municípios menores. A fábula do Robin Hood, que queria ser praticada pelo governo do PT no Rio Grande do Norte, não tem como ser praticada. A começar pela ideia em si: o Proedi, projeto que prevê subtração de mais de R$ 80 milhões dos municípios potiguares, do ICMS, não tem, de imediato, algum retorno para as cidades. É como se Fátima Bezerra apenas, por birra política, quisesse prejudicar os maiores sem, contudo, olhar para os menores.

O Proedi foi criado, por decreto, pela governadora Fátima Bezerra em junho deste ano. A ideia foi duramente criticada pelos prefeitos potiguares. Recentemente a governadora conseguiu o respaldo de apenas 10% dos prefeitos e, de maneira pouco convencional, está tentando empurrar, ditatorialmente, um projeto que precisaria passar pelo crivo do Legislativo. Fátima Bezerra faz no Rio Grande do Norte o que o seu partido critica no âmbito nacional: quer governar por decreto.

Para se ter ideia do problema administrativo e financeiro que a governadora Fátima Bezerra está provocando aos municípios, somente em Mossoró o Governo do Estado vai cortar R$ 10 milhões/ano de ICMS. Implica dizer que Fátima Bezerra quer inviabilizar administrações que não seguem sua cartilha política. 

Com isso, fica a certeza de que a máxima utilizada por Fátima Bezerra na campanha passada apenas era parte de marketing, já que ela ainda não desenvolveu nenhuma ação em prol do desenvolvimento do Estado e agora quer minimizar as ações das cidades que, definitivamente, contribuem para o fortalecimento da Balança Comercial do Rio Grande do Norte.
30.10
15:50

Divergências barram votação da LOA

Não houve acordo entre as bancadas de situação e oposição para votação do parecer da Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade (COFC) sobre as emendas ao projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020, na sessão desta quarta-feira (30), na Câmara Municipal de Mossoró.

Com isso, a votação foi adiada para terça-feira (5), quando será feita nova tentativa de votar a matéria. Até lá, a pauta de votações do Legislativo fica trancada pela proposta da LOA (Projeto de Lei do Executivo 1213/19), que recebeu, ao todo, 381 emendas dos vereadores.

Não houve assinatura do relator da matéria na COFC, vereador Zé Peixeiro (PTC), vice-presidente da Comissão. Assim, o parecer da COFC sobre o projeto 1213/19, apresentado ao plenário, ficou sem validade. O parlamentar voltará a ser consultado sobre sua assinatura no documento. 

A pauta de votações está tracada na Câmara. Uma nova tentativa de votação da LOA ocorrerá na sessão ordinária da próxima terça-feira, dia 5.
30.10
15:39

ATUALIZANDO: Mossoró registra seis assassinatos entre segunda-feira e hoje

A onda de violência não dá trégua em Mossoró. A semana começa com novas ocorrências na área policial. Somente nesta terça-feira (29), a Cidade registrou mais quatro assassinatos, chegando a 176 casos em 2019. De segunda até esta quarta-feira (30) já são seis homicídios na cidade.

Os homicídios ocorreram (dois) no Abolição III, no Bom Jardim e Jardim das Palmeiras (zona Leste da cidade). A sensação de violência espalha-se por Mossoró, embora as autoridades falem na redução dos crimes.
30.10
15:34

TJRN mantém Proedi de Fátima Bezerra que retira verba de ICMS de municípios

Mossoró perderá quase R$ 10 milhões de ICMS no ano

A ação de um grupo de 13 prefeitos de pequenos municípios do Rio Grande do Norte que pedia que o judiciário julgasse inconstitucional decreto da governadora Fátima Bezerra criando o Proedi – Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial não foi acatado pelo Judiciário.

O desembargador, Francisco Saraiva Sobrinho deu ganho de causa ao governo do Estado, que jurisprudência na instância superior – o STF.

O TJ ainda vai julgar ação parecida impetrada pela Prefeitura de Natal, em processo despachado para a desembargadora Zeneide Bezerra.

A ação foi ajuizada pelos municípios de Tenente Ananias, São Bento, Santo Antonio, Patu, Bento Fernandes, Caiçara do Norte, São Pedro, Nova Cruz, Taipu, Galinhos, Lagoa d’Anta, Bodó e Serrinha.

Detalhe - No caso de Mossoró, município perderá cerca de R$ 10 milhões durante um ano.
30.10
08:40

Mossoró está entre cidades do Nordeste que mais ampliaram seus investimentos

Um levantamento feito pelo anuário Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil – revela que Mossoró está entre as 14 cidades nordestinas que ampliaram seus investimentos em 2018. O estudo lançado neste mês pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) selecionou 25 municípios da região. Das capitais, apenas Teresina registrou queda no período analisado e duas não apresentaram informações. As informações são da Comunicação com Conteúdo.

De acordo com o levantamento, a Capital do Oeste registrou o segundo maior aumento. A segunda maior cidade do Rio Grande do Norte teve percentual de 178,8%, pulando de 14,3 milhões para em 2017 para 39,9 milhões no ano passado. Segundo a publicação, Aracaju teve o maior aumento entre as cidades selecionadas. A capital sergipana registrou 361,9%, passando de 12,3 milhões no ano retrasado para 56,8 milhões em 2018. Camaçari (BA), com 122,6%, ampliou de R$ 35,5 milhões para R$ 79,1 milhões.

Dentre as que registraram queda em investimentos estão Campina Grande (PB), de 34,9%, Juazeiro do Norte (CE), de 28,3%, Caucaia (CE), com redução de 27,3%, Teresina (PI), com 24,9%, e Feira de Santana (BA), com decréscimo de 22,3%. Os valores são corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) médio de 2018.

Das capitais, além de Aracaju (SE) e Teresina (PI), como já citados, as demais tiveram crescimento nos investimentos feitos no ano passado: Maceió (AL), com alta de 91%, totalizando R$ 38 milhões; Salvador (BA), com acréscimo de 72%, com R$ 436,5 milhões; Recife (PE), com incremento de 49,2%, com R$ 281,7 milhões; João Pessoa (PB), com aumento de 6,5%; São Luís (MA), com 2,7% e Fortaleza (CE), com 1,8%.

A capital Salvador, com 2,8 milhões de habitantes, foi a que mais investiu na região: R$ 436,5 milhões em 2018, aumento de 72% se comparado com 2017, com R$ 253,8 milhões. Em valores absolutos, os destaques ficaram para as capitais e Camaçari.

Em sua 15ª edição, a publicação utiliza como base números da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apresentando uma análise do comportamento dos principais itens da receita e despesa municipal, tais como ISS, IPTU, ICMS, FPM, despesas com pessoal, investimento, dívida, saúde, educação e outros.

O Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil foi viabilizado com o apoio da Estratégia ODS, União Europeia, ANPTrilhos, Huawei, Universidade Municipal de São Caetanos do SUL, Saesa, Sanasa Campinas e Prefeitura de São Caetano do Sul.

Levantamento feito pelo anuário Multi Cidades apontou que o volume total dos investimentos das cidades brasileiras foi de R$ 38,37 bilhões em 2018, um crescimento de 35,8% se comparado ao ano anterior, em valores corrigidos pelo IPCA. Apesar da alta, os anos anteriores foram de quedas expressivas em obras e aquisição de equipamentos pelas prefeituras. Fonte: Defato.com
29.10
16:17

Izabel exalta importância de verbas extras para obras para o Município

Presidente da Câmara defende financiamento da Prefeitura na Caixa Econômica Federal

Em pronunciamento na sessão desta terça-feira (29), a presidente da Câmara Municipal, Izabel Montenegro (MDB), defendeu a adesão de Mossoró ao Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), da Caixa Econômica Federal, autorizada pelo Legislativo, quarta-feira (23).

A vereadora lembra que a contratação do empréstimo resulta de avanço administrativo, pois só possível graças à regularização de Mossoró no cadastro nacional de devedores. O município, segundo ela, há dez anos não obtinha certidão de adimplência no Governo Federal.

“Além disso, Mossoró precisa, nesse momento, de recursos extras para concluir e realizar obras. Foi a única forma encontrada no atual contexto para retomar investimento em infraestrutura. A chegada desses recursos será uma redenção para Mossoró”, comentou a vereadora.

Izabel Montenegro acrescentou que outros municípios do Brasil estão aderindo ao FINISA, em muitos casos, com aprovação unânime das Câmaras Municipais, e que a CAIXA monitora o cumprimento das políticas executadas com os recursos do financiamento.

Saúde - Da sessão, a presidente seguiu para Brasília (DF), onde cumprirá agenda em defesa da oncologia em Mossoró, com dirigentes da Associação de Apoio aos Portadores de Câncer de Mossoró e Região (AAPCMR) e da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC).

“A oncologia em Mossoró tem direito a um repasse de R$ 200 mil por mês, mas o custo mensal supera R$ 1 milhão. Precisamos de mais recursos para o tratamento contra o câncer pelo SUS (Sistema Único de Saúde) em Mossoró e vamos trabalhar por isso em Brasília”, afirma.
29.10
15:48

Enem: Ceamo realiza maratona de revisão para alunos da 3ª série

  • Por Edilson Damasceno
A programação das próximas duas semanas será diferenciada para os alunos das 3ªs séries do CEAMO. É que eles farão prova de Ciências Humanas e Linguagem no domingo, 03/11. Diante disso, a coordenação do Ensino Médio, professora Abilene Guimarães, enfatizou que existe a necessidade de trabalhar o aspecto emocional do alunado, além de proporcionar uma revisão sobre os temas mais cobrados no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

Para esta terça-feira, 29/10, de acordo com o cronograma pensado pela coordenação, em conjunto com os professores, ocorrerá uma mesa-redonda  com professores das áreas de Humanas e de Linguagem.

Nesta atividade participarão professores de História, Geografia, Filosofia, Sociologia, Português, Redação, Língua Estrangeira e de Artes. Eles ficarão disponibilizados no centro da sala e serão
sabatinados pelos alunos. A ideia é fazer com que o aluno possa participar da discussão a partir do feedback que terá da resposta dos professores.

Na quarta-feira, 30/11, os alunos participarão de uma gincana de conhecimento, que será comandada pelos professores de Linguagem. A atividade ocorrerá na quadra do Ceamo a partir das 7h10.
Na quinta-feira será a vez dos professores da área de Ciências Humanas trabalharem com os alunos. A aula será externa. Os professores não quiseram adiantar quais as atividades previstas. Será uma surpresa para os alunos.

De terça a quinta, os alunos terão acompanhamento de profissionais da área emocional. Para a coordenadora do Ensino Médio, é essencial que a parte emotiva dos estudantes seja trabalhada. “Nossos alunos estão preparados para as provas do ENEM e vamos trabalhar para que a parte emocional não atrapalhe”, comentou.

A semana que vem será marcada por atividades dos professores das áreas de Ciências da Natureza e de Matemática.
29.10
08:47

FLM começa no Partage nesta quarta, 30

De 30 de outubro e 03 novembro, o Partage Shopping receberá a Feira do Livro de Mossoró. A Feira terá edição especial, celebrando seus 15 anos.

O Partage Shopping é parceiro do projeto, sediando-o pela quarta vez.

A FLM receberá 17 expositores (entre livrarias, editoras, livreiros, instituições parceiras e cordelistas) na praça de eventos do shopping, em um espaço com climatização, iluminação e estrutura de segurança para os participantes.
29.10
08:35

Senadora Zenaide Maia paga rádios e blogs do RN com verba indenizatória

A senadora potiguar Zenaide Maia (PROS) anda abusando na utilização da chamada "verba indenizatória" destinada aos parlamentares. A parlamentar não tem se inibido em "torrar" o dinheiro público.

Em menos de 10 meses, Zenaide Maia já "queimou" 157,5 mil da verba. Do dinheiro, cerca de R$ 13 mil são gastos com publicidade.

No mês de agosto, a senadora fez 18 pagamentos com a verba indenizatória. Os valores variam entre R$ 1 mil e R$ 6 mil, totalizando R$ 30,5 mil pra divulgação de notícias do seu mandato em blogs e rádios.
  • É a farra do dinheiro público!

© 2009 Gutemberg Moura - A notícia com credibilidade. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Micael Melo