Enviar por e-mail





Prefeita de Mossoró concedeu entrevista ao jornalista Edilson Damasceno na qual fala sobre cobertura "direcionada" e fake news plantadas por adversários para atacá-la politicamente

A prefeita Rosalba Ciarlini conversou com o blog, via rede social, e falou sobre a viagem que fez, acompanhando a Frente Nacional de Prefeitos. Nesta conversa, Rosalba expõe descontentamento relacionado à cobertura política da sua viagem e destaca que o mesmo tom não se direciona para a governadora Fátima Bezerra, em uma clara manifestação de que estaria acontecendo interferência da ideologia política em determinados comentários. Veja abaixo a entrevista:

Prefeita, alguns blogs da cidade têm noticiado que a sua agenda foi de apenas 3 dias junto com a Frente Nacional de Prefeitos? O que a senhora tem a dizer sobre isto?

Essa informação é falsa. Desde o dia seguinte à chegada a Barcelona há uma programação extensa organizada pela Frente Nacional dos Prefeitos, pela Câmara de Comércio Brasil-Catalunha e até pela Prefeitura de Barcelona eventos e agendas que, em momento algum, me neguei a afirmar, apenas não fui questionada.

E o que levaria a essa especulação?

O que está havendo é que nós buscamos trazer o mínimo de pessoas da Comitiva da Prefeitura, eu e o secretário, Abraão Padilha apenas. Acredito que essa era a melhor forma. Errado seria trazer muitos assessores, fotógrafos, etc.  O que afrontaria o princípio da economicidade. Acho que, por essa razão, a vinda de apenas Abraão Padilha e a mim atingiriam os objetivos de conhecer as novas experiências, as mais transformadoras iniciativas públicas e de inovação da gestão pública que, inclusive, ajudam aos gestores fazerem mais com menos - o que é uma demanda global - e a inovação, as políticas públicas inteligentes estão revolucionando e melhorando a qualidade de vida das pessoas em cidades de terceiro mundo e em cidades de primeiro mundo dos cinco continentes. Por exemplo, um dos relatos mais interessantes da Smart City World Congress foi de uma prefeita de uma cidade da Nicarágua. Volto cheia de ideias que iremos anunciar brevemente. Muita coisa boa vem por aí!

Foi noticiado que a Frente Nacional de Prefeitos garantia a participação que, inclusive, segundo o que se apurou, custa 5 mil reais e daí foram feitas outras interpretações. A senhora poderia esclarecer sobre essa questão das despesas dessa missão?

Primeiramente, gostaria de dizer que o que a minha Assessoria de Comunicação afirmou foi o que ocorreu e que a inscrição, que é um valor alto, importante, foi garantida pela Frente Nacional de Prefeitos. Dessa forma, o município não precisou gastar 10 000 reais, que é o valor da minha participação e do secretário Abraão Padilha. Em nenhum momento a Assessoria de Comunicação afirmou que estaria pagando as passagens e esclareceu isto quando questionada. Para deixar bem claro, as passagens foram arcadas pelos prefeitos. Mas, no caso de Mossoró, gostaria de deixar muito claro e informar aos cidadãos mossoroenses - inclusive aos que propagam fake news antes de apurar as informações e muitas vezes são hostis com até com a assessoria de imprensa da prefeitura ou da prefeita, numa clara demonstração de trabalho político, militância política.

A senhora recebeu diárias?

Não recebi e nem receberei diárias. É falsa a informação de que recebi diárias nesta missão. Essa é uma decisão que foi tomada antes por razões de economicidade, portanto, não consta e nem constará no Portal de Transparência diárias desse evento. Só para esclarecer mais uma vez: pela questão de economia, decidi não trazer Assessoria de Comunicação, fotógrafo e mais secretários, embora fosse bastante importante e bastante elucidativo os seminários desse evento, para não configurar mais gastos ao município. Volto cheia de ideias. Anunciarei mais novidades na área de inovação. Vale lembrar que nós, por entender que a inovação é importante para a cidade, já adotamos medidas mais do que inovadoras e revolucionárias no nosso contexto do estado que são: O aplicativo Ônibus Inteligente, que informa a hora e o minuto de cada ônibus da cidade e que já é um sucesso, estamos também na plataforma SNE, que, caso o cidadão tenha alguma infração de trânsito, faz com que ela se torne 40% menor, sendo Mossoró a única cidade do estado com isso e uma das únicas do Nordeste. Continuaremos sendo pioneiros em várias iniciativas como: reposição de lâmpadas que você solicita do seu celular, da palma da sua mão com o aplicativo Mossoró Conectada, a experiência que tivemos das câmeras de reconhecimento facial no Mossoró Cidade Junina que afugentou o pequeno, o médio e o grande crime do evento, se tornando o evento de grande porte, sem dúvida nenhuma, mais seguro do Brasil.  Muitas outras inovações dão resultados como essas que eu já implementei deram, mas só tem uma forma de eu aplicar novas ideias: conhecendo-as. E, por isso, aqui estive.

A gente sabe como é o clima de perseguição e açodamento político, especialmente se aproximando de uma ano eleitoral, e houve especulações de que a senhora iria se encontrar com uma filha sua que reside na Alemanha. Essa informação procede?

Essa é mais uma informação falsa. Não me encontrei. O único filho que eu tive contato aqui no evento, porque já vinha ao evento e veio por conta própria por ser um estudioso da área e que inclusive pôde me auxiliar no plano de governo e em todas essas ideias que a gente já implementou, foi Cadu, porém veio por conta própria assim como Carlos Augusto que me acompanhou. Nenhum centavo pelo município ou pelo poder público. Lamento a tentativa de usarem a minha família para tentar denegrir uma missão tão importante, tão valiosa como essa que a Frente Nacional de Prefeitos encabeça e, não por acaso, trouxe prefeitos de todo o país. Mossoró hoje é uma cidade grande, de 300 mil habitantes, tendo uma população do mesmo patamar de cidades como Florianópolis-SC e Palmas-TO, que são capitais, maior do que algumas capitais brasileiras da região Norte, por exemplo.

Como a senhora vê este tipo de comportamento?

Lamento esse tipo de atitude por parte de alguns blogs políticos, ligados a lideranças de oposição. Houve um comentário de um blog de Carol Ribeiro chamando de passeio essa missão... que baixo nível, que perseguição, ao passo que elogiava a missão que a governadora fazia parte. A nossa teve extensa agenda junto com a FNP antes e também após o evento, além disso fiz importantes visitas “in loco” com o secretário em empresas com novos sistemas de mobilidade. Deveriam ter um certo nível de responsabilidade. Mas parece que há um certo desespero político nisto. Um joga uma fake news e outros repetem ao estilo de Goebbels tentando que aquela mentira se torne verdade, acho que devem combinar isso em grupo de WhatsApp, é muito sincronia de fake news.

Mas a senhora havia informado que iria viajar...

Reitero:  comuniquei a missão, comuniquei o mais importante desta missão no meu instagram várias vezes. Consegui publicar quando tive tempo, porque não trouxe fotógrafo nem assessoria, pois acho que aí fica dispendioso ao município. Mas, no meu instagram, coloquei outros eventos da agenda da comitiva como a palestra que dei para a Câmara de Comércio Brasil-Catalunha ao lado de prefeitos como o de Curitiba-PR, Rafael Greca, e o prefeito de Piraí-RJ. É de se estranhar que parte da imprensa que cobre política apenas veja o instagram da governadora e não veja o da prefeita municipal. Questionam também por que não está nas redes oficiais da prefeitura. Por uma razão muito óbvia: eu não estava em exercício, transmiti o cargo.

A senhora tem usado, com frequência, as redes sociais...

O meio mais aberto e transparente para mostrar as coisas mais relevantes dessa agenda tem sido as minhas redes redes sociais. E assim que chegar em Mossoró comunicarei não a agenda, mas coisas concretas. Eu, como uma política experiente, acho um erro que em viagens um governante venda para sua cidade ou para o seu estado que cada encontro ou contato com alguma pessoa de algum órgão ou alguma empresa é uma vitória. Não é uma vitória, talvez um primeiro passo, por isso prefiro divulgar as coisas concretas e assim farei. Por exemplo, eu fui recebida e jantei ao lado de outros prefeitos brasileiros com a prefeita de Barcelona, Ada Colau. Não vou colocar isso como vitória ou como conquista para Mossoró. Mas foi algo muito importante, por exemplo, a palestra que tivemos com o Setor de Arquitetura da Prefeitura de Barcelona, em que eles mostraram todo o conceito das ações estratégicas que fazem nos bairros para revalorizar os bairros antigos e abandonados de Barcelona. Tive várias ideias e reflexões a partir desta palestra que foi muito menos midiática do que a agenda que tive com a prefeita, por exemplo.
" />