Enviar por e-mail





Bater no Hospital Wilson Rosado não vai dar ao governo do PT atestado de "competência" na gestão, caótica, do Hospital Tarcísio Maia

O vereador petista Gilberto Diógenes berrava nos corredores da Câmara de Mossoró: “Se baterem no Tarcísio Maia (hospital administrado pelo governo do Estado), eu vou pra cima do Wilson Rosado (hospital privado conveniado ao SUS)”. 

A postura de Diógenes seria uma reação às críticas da oposição ao caos instalado no HRTN sem que a governadora Fátima Bezerra, do seu partido, consiga melhorar a situação por lá, que só piora. 

O vereador vai partir para o “bateu, levou...”.

Ora, ora, nobríssimo Gilberto Diógenes. Não será batendo no Wilson Rosado, que o Tarcísio Maia vai melhorar. O vereador do PT, companheiro de Fátima Bezerra, deveria era mobilizar a governadora para melhorar o atendimento no principal hospital público do Estado na região Oeste.

Ao adotar esse discurso radical, o vereador Gilberto Diógenes estará apenas jogando para baixo do tapete uma “sujeira”, ou seja, o caos instalado no HRTN. Aliás, esse seria um bom momento para o governo do PT mostrar que tem competência para resolver os problemas do hospital público, problemas estes que o partido e seus líderes tanto criticaram nas gestores passadas.


" />