Enviar por e-mail





Do Blog da Thaisa Galvão
O advogado Erick Pereira, Doutor em Direito Constitucional, já se pronunciou, inclusive em entrevista ao Blog, sobre a “inconstitucionalidade” da prisão do ex-presidente Lula.

Mas sobre a decisão de hoje do desembargador de plantão, Rogério Favreto, mandando soltar o ex-presidente, disse ser “inconstitucional”.

“Não é no plantão que se reforma decisões colegiadas”, disse Erick ao Blog.

“Só quem perdeu hoje foi a ordem jurídica constitucional e o próprio poder Judiciário”, ressaltou o advogado.

Questionei o advogado Erick Pereira sobre a motivação exposta pelo desembargador para soltar o ex-presidente: a campanha eleitoral.

Para Erick Pereira, um erro. “Isso não é fundamento para soltar ninguém”, disse reafirmando que Lula não pode ser tratado como candidato.

“É ficha suja pelo menos até conseguir ou não efeito suspensivo no STJ”, explicou.

Questionei o profissional também sobre o pedido de prisão do juiz Sérgio Moro, assinado por 15 advogados, 5 deles do Rio Grande do Norte.

“Só fragilizou o pedido de liberdade para nada”, disse Erick Pereira”. 
" />